Você É A Vitíma? Ou O Réu?

Posted by & filed under .

Será que é você que está errada ou sou eu?

Na vida em que vivemos, atravessamos por  muitas situações, tanto boas como ruins. As boas levaremos como um boa lembrança e  saudade, as ruins também nos acompanha, como aprendizagem muito importante para nós.  Durante esse tempo conhecemos pessoas, nos apaixonamos, adquirimos muitas amizades, boas e más também, afinal faz parte da nossa história. Mas o ponto é que eu desejo chegar é o ponto de que as obras que praticamos sobre a terra. Tudo o que fazemos tanto de uma forma como de outra, reflete no nosso futuro. Se tudo o que praticamos foi sensato, se tudo que adquirimos foi com uma mente sadia, isso traz a nós, liberdade em encarar tudo e todos com a cabeça erguida. Há pessoas que não conseguem viver sem se enquadrar no mundo de outra pessoa. Ela vive o mundo dela, tudo é ela, é tudo é dela. O que vale em sua vida é a sua opinião e não a de outra pessoa. Isso no futuro reflete em algo não muito bom. Quando vivemos somente a nossa vida, sem nos importarmos com nosso colega, esposo, esposa , amigos,  enfim com todos, então temos um tendencia muito grande em ficarmos sós e amargurados. O nosso peregrinar sobre esta terra não será de muitas histórias que terão um final feliz.. Pessoas assim não se enturma, com ninguém, não aceita conselho, tudo ela sabe, ela é independente, não necessita de ninguém, paga sua contas sozinhas, toma a frente de tudo, arruma confusão com quem ela quer confiando no seu eu, não tem humildade para reconhecer que está sujeita ao erro, e muitos outros exemplos que se fossemos citar, passaríamos a tarde aqui e não terminaríamos  Pessoas assim sempre acreditam que pelo seu temperamento e a sua mente estar voltada para ela própria, se considera  sempre estár certa e os outros errados. Mas será mesmo que são os outros que estão errados? Uma pessoa que se casa inúmeras vezes, será que foi seus companheiros que não eram bons? Todos estavam errados, só a pessoa que estava certa? Alguém que vive em confusão, será que sempre ela é provocada, ou será que não é ela quem provoca? Mas aqui fica a dica e a pergunta: Será que é você que está errada ou sou eu? Vamos meditar a partir de mim, qual é a nossa colocação, somos:  a vitima realmente? Ou estamos no lugar de réu?

Silvia Helena.

Um abraço.

www.quecoisaboa.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *