A Separação Da Carne

Posted by & filed under .

SEPARA~2

Nos encontraremos na Glória de Deus, se formos fieis.

É um assunto muito delicado de se tratar, mas real. A morte é um sentimento que se manifesta em nós, ao partir um ente querido. Ao nos separarmos da carne, é uma dor que só quem sente, pode dizer. Sempre digo que somos como a erva do campo que nasce de manhã e murcha à noite. Temos uma formosura tal, um vigor tal que num piscar de olhos termina. A vida é assim. Nosso Deus permite que morramos na carne para que o nosso corpo feito de sangue, não venha herdar a vida eterna. Sofremos com a morte de alguém que amamos, parece uma ferida que nunca vai se fechar, ainda mais quando, somos muito próximos desse alguém. Já passei por isso e sei que estou falando. Mas não perca a sua esperança, se foi firme no Senhor até seu ultimo suspiro, um dia você o verá na glória de Deus. Hoje seu corpo descansa no pó da terra, por que nós somos  pó, um mísero pó, que não tem na realidade força em nada e poder para nada. O poder do homem é limitado, sua fama é passageira, e sua força é muito pequena. O homem acha ser um ser a altura da sabedoria, o gênio da terra, o senhor de tudo. Mas nós não somos nada na presença de Deus, somos um vento que passa, e passa muito rápido. Tudo o que possuímos deixaremos por aqui. Fama, dinheiro, beleza e poder. Não conseguimos levar nada desse mundo, nem mesmo a roupa em que naquele momento partimos deste mundo, pois na hora da despedida final, somos trocados com a roupa que enquanto vivíamos, nem gostávamos dela. Não se apegue a nada. Sorria em todo o tempo de sua vida. Não seja amargaº, seja feliz e faça os outros felizes. Não se importe com os mau amados, que são infelizes e te quer intristecer também. Seja responsável, mas seja uma criança, seja sorridente, mas seja maduro, separe as coisas. A arrogância  a soberba, o orgulho, o nariz empinado tipo ” Eu sou eu”, te afasta da vida alegre, te afasta das pessoas, te isola do mundo. Deixe isso tudo para lá, são mesquinharias deste mundo, coisas xulas e sem valor. Ame enquanto você pode amar, respeite enquanto você pode respeitar, adore a Deus enquanto você pode adorar. Diga ” Eu te amo meu amor”, meu filho, meu Deus, Sejamos superiores a esse mau que carregamos dentro do nosso coração. O eu sou mais eu, vai deixar você só, amargurada e na solidão profunda. Você não encontrará pessoas que suportem o seu “eu” que você considera estar acima de tudo, não suportará a sua presença. Seja humilde, seja nobre de alma. Conquiste os corações, com sua doçura, com seu sorriso, com seu amor sincero. Ame seu próximo seja ele quem for, dê ao Senhor Deus o melhor do seu coração, para que quando seu corpo tombar nesta terra, sua alma seja elevada para descansar o sono dos justos, embaixo do altar de Cristo e espere a trombeta soar e ouvir do Senhor teu Deus, “Vinde benditos de meu pai”. Tudo passa e nós passaremos também. Ame e seja amado. Faça do seu partir na terra, um momento de muita saudade e amor.

Silvia Helena.

Um abraço.

www.quecoisaboa.com.br

2 Responses to “A Separação Da Carne”

  1. Carlos Lima

    Parabéns pelo artigo. A nossa vida terrena é realmente passageira e não podemos de maneira nenhuma supervalorizar as coisas materiais e pensar que somos melhores do que os outros. Devemos aproveitar a nossa vida conquistando amigos, irmãos na fé e vivendo de maneira tal que o Nome do Senhor seja glorificado através de nossas vidas. Um grande abraço Silvia Helena. Parabéns pelo Blog. Sucesso sempre, com Jesus em seu coração.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *